19/03/2007

FIPE relança site com novo conceito e mais informação

Entre as inúmeras vantagens da internet está a de proporcionar o acesso a serviços e a informação com agilidade e economia de tempo. No caso de uma instituição acadêmica, a web tem um papel ainda mais importante, que é o de difundir o conhecimento e manter em disponibilidade, em um banco de dados on-line, artigos, ensaios, pesquisas, enfim uma parte importante do que vem sendo produzido por seu corpo docente e de pesquisadores.

Pensando nisso, a Fipe trabalhou vários meses na reformulação do seu site. O objetivo foi tornar a navegação ainda mais fácil para os usuários, dar maior visibilidade ao conteúdo existente e aprimorar algumas ferramentas, como o sistema de busca.

O layout também foi mudado, de forma a ajudar o leitor a localizar mais rapidamente o que está procurando, seja uma informação sobre índices e tabelas de preços ou o formulário on-line para inscrição em um dentre os vários cursos oferecidos.

A designer responsável pelo novo projeto, Marília Cauduro Ponte (Práxis Design), explica que procurou dar soluções visuais, como "um desenho limpo, organizado, com legibilidade", às solicitações feitas pela Fipe. Segundo ela, a fundação queria um novo conceito para o site, baseado no estabelecimento de uma comunicação mais estreita com os usuários e na busca por manter um “vínculo” com estes leitores.
 
Ela explica: “A idéia foi aproveitar e reorganizar o conteúdo já existente, tornar os menus mais claros, criar um mapa do site, e dar um algo mais ao usuário, um ganho, para que ele se torne freqüentador diário do site”.

Esse algo mais é o índice de notícias, com chamadas na home page, ou página principal. Antes, as novidades, como a oferta de um novo curso, por exemplo, eram anunciadas em banners, com link direto para a página do curso. Agora, explica Marília, elas aparecem também na forma de notícias, com um tratamento jornalístico.

A home page foi reformulada, de acordo com a designer, de forma a “convidar as pessoas a conhecerem a Fipe”. Ela passou a expor melhor as informações, para que o leitor possa ter uma dimensão do que existe nas páginas internas do site.

Além disso, segundo ela, o uso de fotos “traz uma referência visual do que é a Fipe, com imagem de pessoas”. É uma maneira de humanizar a comunicação, de dar, segundo Marília, mais “calor” à visitação do site.



VOLTAR